TRADUTOR

Seguidores

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

ENSINAMENTOS DE MARIA PADILHA DA ENCRUZILHADA DE FÉ



Em certo terreiro de Umbanda, num dia de gira de esquerda, o guia chefe do terreiro, convidou uma moça que havia ido visitar o terreiro, para fazer parte da gira, tudo corria normal quando a sua pomba gira de frente, antes de ir embora pediu permissão para falar a todos os presentes.



Permissão dada, ela começa a falar, deixando assistencia e alguns médiuns, diria eu incucados, enquanto o guia chefe, o Sr. Capa Preta, apenas pedia para que escutassem com atenção, ela amparada por ele, teceu este pequeno discurso:


- Andei meio indignada com tantas futilidades, não imaginam como fica difícil, seguir a nossa missão de ensinar que a Umbanda é uma religião.


Quando muito desanimo, penso nos Orixás amados, que em nós confiaram a importante missão, eles por sua vez quando estes filhos lhes ferem a sensibilidade, lembram-se de Pai Oxalá, lembram-se do Cristo Jesus, e em uma muda prece cicatrizam seus corações.


Porque julgam vocês que os guias foram feitos para satisfazer suas vontades, facilitar-lhes a vida, concretizar suas vinganças mesquinhas?


Porque acreditam os médiuns que são melhores que os outros só porque incorporam, ou tenham qualquer outro tipo de mediunidade?


Porque alguns julgam que raspando a cabeça e deitando, irão se tornar pais ou mães de terreiros?


Quem lhes disse que coisas materiais, ou qualquer sincretismo irão torná-los à altura de um líder religioso? Não sabem que para se tornar um líder tem-se que primeiramente obter evolução espiritual e que esta só vem através de reforma íntima?


Não sabem que o que importa é cumprir uma missão voltada para as necessidades espirituais de cada um, que muito útil é o médium que fica naquele cantinho do terreiro, simples, humilde, mas dono de uma grande firmeza que mesmo não atendendo nenhum consulente dá suporte para que o templo possa funcionar que sua firmeza proporciona condições de muitos serem atendidos sem mesmo terem aberto suas bocas.


Não imaginam que existem infinitos atendimentos feitos fora do terreiro, de tantos e tantos irmãos que por um motivo ou outro não podem se dirigir a um templo ou então não são umbandistas, mas são antes de tudo filhos de Deus Pai, e que nós espíritos trabalhadores sendo de qual seara for, que trabalhamos nas Leis do Pai, não nos importamos com a crença religiosa de cada um, vendo apenas a sua necessidade, e muito precisamos das energias positivas que devem ser emanadas durante os trabalhos espirituais, também aproveitamos os trabalhos para levar para ali espíritos trevosos ou não, endurecidos no ódio, muitos dos quais tão embrutecidos que precisamos do ectoplasma dos médiuns umbandistas, às vezes até da incorporação para que possam mais rapidamente tomar a forma humana, para então depois levá-los para as vias de evolução, ou seja entregá-los a Lei Maior.



Filhos procurem na Umbanda a evolução espiritual, esta é a primordial função de qualquer religião, vocês dirão então quando temos problemas materiais, quando uma faca nos atravessar o peito, não poderemos contar com os guias? Eu lhes responderei, claro que sim, sempre passaremos a força necessária, sendo permitido lhes abriremos os olhos, afastaremos as energias negativas segundo o merecimento de cada um, mas jamais poderemos interferir em seus carmas no direito de cada um do livre arbítrio.


A caridade deverá ser sempre a primeira preocupação de cada filho e as suas atitudes no dia a dia deverão sempre refletir o seu amor ao próximo.


Bem, já falei demais, existe muito trabalho a ser feito, sei que muitos escutaram sem ouvir, outros tantos ouviram, escutaram, mas duvidam que estas palavras partam realmente de mim, outros poucos escutaram, ouviram e estão a refletir, nestes o solo é fértil, e se ao menos um dentro desses poucos tentarem por em prática eu já me sentirei muito agradecida.


Aos que duvidam que estas palavras partam de mim, os convido a fazer um estudo sério sobre evolução na luz e evolução nas trevas, de qualquer forma sempre haverá médiuns sérios cujos guias os poderão esclarecer. 


Com uma gostosa gargalhada, Maria Padilha da Encruzilhada de Fé, girou e se foi.


No templo um silêncio, seu aparelho que era apenas uma visitante que havia sido convidada para participar, notou algo estranho, demoraram-se alguns minutos para o ritmo dos trabalhos voltar ao normal.


Quando após a gira alguém comentou sobre o acontecido, o aparelho de Maria Padilha sorriu, a conhecia há mais de trinta anos, ela não perderia a oportunidade, como dizia toda hora é hora de plantar, e a semeadura se faz urgente.



Ditado por Maria Padilha da Encruzilhada de Fé

psicografado por Luconi

 em 06-08-09

6 comentários:

  1. Minha linda!... eu não entendo bem de umbanda... cresci quase dentro de uma igreja católica... Mas teu texto é muito belo!... Meu carinho.

    ResponderExcluir
  2. É com muita alegria
    que sigo agora esta pia
    para lavar minha cara ao arrependimento
    De ter julgado tão mal
    uma religião que é um canal
    para a entrada de amor.
    Que mania que nós temos
    de julgar mesmo o que não conhecemos
    e depois achar que sabemos de tudo.
    Eu tive o privilégio então
    de conhecer esta religião
    e tirar minhas conclusões.
    Deixo agora escrito aqui
    que amei todas as entidades que recebi
    como meus anjos guardiões.
    E pra voce que está lendo este relato
    siga agora mesmo ,lavando seu próprio prato
    antes de falar o que desconhece.
    Procure conhecer a vida desta entidades
    que voce vai sentir grandes saudades
    sem saber de onde vem.
    Eu fiz e não me arrependo, pelas belas lições que agora entendo
    de onde vinham estes sinais.
    Hoje, mesmo seguindo outra linha paralela
    meu coração continua amarrado nela
    A querida UMBANDA de DEUS.

    Sequestrei uma imagem tua Luconi do dia 17 de julho ,aniversário da mentora espiritual deste blog e que segundo a familia, mantinha contatos constantes de amor ,com uma entidade chamada PAI JOÃO.
    abraçõs fraternos

    ResponderExcluir
  3. OBRIGADA JR, OBRIGADA, MUITAS PESSOAS ME MANDAM EMAILL PERGUNTANDO DESTE BLOG, MAS COLOCAR A CARA E SE MOSTRAR COMO SEGUIDORA, NÃO, ALGUMAS FORAM FRANCAS E ME DISSERAM : O QUE OS OUTROS VÃO PENSAR? A UMBANDA É MAL FALADA, POR ISTO TE AGRADEÇO DO FUNDO DE MINHA ALMA, OBRIGADA IRMÃ DE FÉ, EM CRISTO, BEIJOS LUCONI

    ResponderExcluir
  4. Olá querida, tudo bem? Sou lá do Recanto das letras e vim aqui conhecer o blog que me falastes, que lindo isso! To amando a cada momento e com certeza vou repassar para alguns amigos especiais que irão se deliciar com os textos...cada um um tapa na cara na nossa ignorancia!!! Estou a fazer uma peça (ainda está apenas na cuca) sobre os guardiões da Umbanda e estou tendo muitas idéias com tudo o que estou lendo aqui. Te mando um abraço fraterno Luz e Paz! Auricelia Oliveira

    ResponderExcluir
  5. ACHEI LINDO,ADORO A UMBANDA E STOU TRABALHANDO HA POUCO TEMPO COM PADILHA DA ENCRUZILHADA E MEU MARIDO COM A DAS ALMAS.ADORO ELA E TODO POVO DE EXU.FELICIDADES.

    ResponderExcluir
  6. Quanta Sabedoria ...muitos ensinamentos transmitem !
    Precisamos enxergar mais , sentir mais , prestar mais atenção...
    com os olhos d'alma.

    Agradecemos (eu e Meus Guias/Amigos Espirituais ) pelos valorosos ensinamentos.

    Muita Paz !

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES