TRADUTOR

Seguidores

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

DEVAGAR CHEGAREMOS LÁ






Diz um ponto de preto-velho, é devagar, devagarinho, quem anda com preto-velho nunca fica no caminho.


Pois então, é dessa forma com fé em Oxalá, que conseguiremos desenvolver uma Umbanda limpa, uma Umbanda dentro dos preceitos de Nosso Senhor Jesus Cristo.


 Foi exatamente a prática do mal que se embrenhou dentro de nossa Umbanda, que a fez ser tão discriminada, foi porque se esqueceram que ela é uma religião, fundamentada no planeta para atingir na época os mais humildes, pois o espiritismo Kardecista só conseguia chegar para uma elite, que de certa forma cometeu um grande erro, tornou-se radical, esquecendo-se que na espiritualidade muitos são os mundos formados, muitas são as esferas, cada uma correspondendo a energia dos seres que ali habitam, mas todas criadas pelo Pai sempre para o bem de todos, para a evolução espiritual de todos, não importa em que esfera está o espírito mas sim que esteja aonde ele estiver, estará sempre em uma morada do Senhor, comandada por ele, mesmo que eles não saibam.


Importa que muitos que estão lá são guerreiros defensores da Lei Maior, colocados ali para manter a ordem e a Lei, se sujeitam ao trabalho redentor e digno não é porque não tenham luz, mas sim porque amam ao Pai sem restrições por todo o seu ser, e seguem a Lei principal, amar ao próximo como a si mesmo.


Agora meus irmãos a melhor maneira de limparmos a Umbanda, é sem dúvida fazendo uma mudança interior dentro dos templos umbandistas.


 Se você for umbandista, e ama a sua religião, sente que ela está enraizada no seu ser, então procure se informar como ela foi fundada pelo nosso querido Zélio de Moraes através do caboclo Sete Encruzilhadas.


 Depois faça um balanço de como seu templo a pratica, e tudo que não for de acordo com as leis de Cristo Nosso Senhor, deve ser modificado, simples muito simples, mas note bem não se tornem radicalistas, certas mudanças levam algum tempo.


O mal se espalha feito rastro de pólvora, já o bem é plantado devagar, não é erva daninha, precisa que a terra seja adubada para que as raízes sejam profundas, o trabalho é árduo, mas recompensador, um dia haveremos de ver Umbanda e Kardecismo não só se respeitando como trocando conhecimentos, cada um lida com uma esfera espiritual, mas vos garanto que uma esfera precisa da outra, e que aqui no mundo espiritual sempre fomos unidos, sempre nos abraçamos como irmãos que somos filhos do mesmo Pai, comandados pelo nosso regente planetário Nosso Senhor Jesus Cristo.


Por isto é que este texto foi elaborado e ditado por:


ASPARGOS E ZÉ PILINTRA DO CATIMBÓ


Psicografado por Luconi
19-10-09

2 comentários:

  1. Que linda mensagem. O petro velho trás força, por isso não para no caminho. Seus textos uma positividade que na vida.
    Abraços fraternos

    *vou escrever pra você

    ResponderExcluir
  2. Lu, eu estou simplesmente apaixanada por esse blog. Tudo o que voce diz da Umbanda é tudo o que eu tenho sentido. Estou há pouquissimo tempo dentro dela "na verdade pratico o Umbandaime" e já vi cada coisa ser dita e cada coisa ser praticada que não critico quem critica pois um dia já estive nesse lugar. Hoje vendo e sentindo o que sinto sei exatamente que Umbanda é amor Maior. Gostaria muito de um dia poder conhecer o local que pratica a Umbanda. Um grande abraço da Auricelia (Recanto das Letras)

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES