TRADUTOR

Seguidores

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

GUARDIÃO DO TEMPO



Ora vejam, quem vem lá, é um lindo guardião, que gira, gira, gira sem parar.

Ora vejam se não é um guardião que me parece prateado, ou será que é a sua luz,
que não me permite distinguir a verdadeira cor de suas vestes.

Vejam como ao girar um redemoinho se forma e ao passar vai levando toda treva e o ambiente iluminando.

Olhem como de repente a aura dos irmãos se clarearam e em seus semblantes se nota de repente uma certa paz que ali não estava antes.

 Ele não fala, mas eu sinto que poderia se não quisesse passar no anonimato.


 De repente, ele para a sua gira e me olha, sabe que eu o vejo e seus olhos sorriem.

 Aproxima-se e sua mão em minha testa coloca.

Agora eu sei, é um guardião do tempo, traz consigo toda sua falange, e no anonimato prestam grande caridade a estes filhos de Umbanda.

Mentalmente eu agradeço e ele sorri, e desta vez eu escuto:

Filhos que seguem a verdadeira Umbanda, com amor e caridade, levando a bandeira de Oxalá,
não têm que agradecer, nós é que agradecemos por vocês não desistirem da luta, não se esqueçam Maior é Deus.



Ditado por um amigo
05-12-08


Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES