TRADUTOR

Seguidores

domingo, 4 de junho de 2017

MISSÃO DOS MESTRES DA LUZ PARA COM OS MÉDIUNS







Irmãos, meditemos nas palavras de São Francisco.

Esse é o trabalho dos mestres da luz.

Cada entidade ( como assim vós chamastes os mestres de aruanda) tem a missão de levar a paz do Divino até as almas que estão presas as mazelas terrestres, sejam elas encarnadas ou desencarnadas.
E na umbanda o trabalho é feito através dos médiuns , cambones e ogãs.

As palavras e ensinamentos dos mestres devem morar em seus corações e para seguir o caminho da vida deve se meditar nas lições aprendidas.

Quando o médium diz: “Ah isso só os guias conseguem fazer ( seja compreender ou perdoar). O médium está se omitindo da lição, se definindo incapaz de evoluir e declarando estar conformado em manter os velhos hábitos que o trouxeram a Terra. 

Esse comportamento dificulta o trabalho do mestre, que embora venha através do médium praticar a caridade para aqueles que sofrem, a maior missão do mestre é você. Você que incorpora nele e se acopla as suas energias.
E cada consulente que ali se apresenta, mesmo aquele mais perdido que vocês acham que não tem jeito, até esse consulente mesmo sem saber, pratica a caridade com você. Por que através do que ele vivencia teu mestre te ensina uma lição.

Acabada a reunião cada médium cuida com carinho dos objetos inanimados que pertencem aos guias mas se esquecem de guardar com o mesmo zelo suas palavras, seus ensinamentos. A verdadeira riqueza da Umbanda é poder abraçar, ouvir e ser amigo de um mestre da luz.

Quando ouvirdes os ensinamentos e cuidarem deles como cuidam das coisas serão umbanda todos os momentos e diante de todos.
A matéria traz em si suas dificuldades, ora pois, o que faz o aprendiz diante de seu mestre quando não consegue seguir o ensinamento ?  

Admite! Mestre eu não consigo, cuida de mim, me ensina de novo, segura a minha mão.
Ah que alegria para o mestre ter a chance de carregar seu pequeno no colo!
Meu ensinamento de hoje é que anotem, relembrem, meditem sobre cada palavra que os mestres deixarem pra vocês.
Para que não só nas reuniões mas em todos os dias de vossas vidas sejam instrumentos da paz.
Quanto mais seu coração se abre para seu mestre, mais amor e caridade habitam nele.

É um caminho florido, se enganam aqueles que acham que a mediunidade é árdua.
Ela só é difícil para aqueles que não abrem seu coração, para aqueles que não enxergam que precisam crescer. Esses sofrem, sofrem porque é mais difícil lapidar uma rocha do que moldar o barro.
A escolha é de vocês !


Pelo espírito João de Albuquerque
psicografado por Eveline Luconi Popi
em maio de 2017

2 comentários:

  1. Belíssimo e oportuno texto, Marcia. Qdo nos expõe que mesmo os médiuns têm suas fraquezas, mas devem nelas se espelhar para, com humildade, elevar-se.

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES