TRADUTOR

Seguidores

domingo, 6 de julho de 2014

TROMBETAS DA JUSTIÇA



Soa no horizonte, as trombetas da justiça, os orixás reunidos clamaram a Oxalá a justiça Divina para a Umbanda por eles tão amada.

Chega de tantas trapaças, chega de tantos abusos, chega de tantas distorções, chega de abuso de poder e de se consagrarem sacerdotes de umbanda e por isto acharem que dentro do templo religioso é eles quem decide o que é certo ou errado no que se refere a espiritualidade, querem decidir quem deve ficar em terra, quem não é aceito, querem que todo espírito que ali trabalhe aja exatamente como os seus guias agem, esquecendo-se que cada espírito tem a sua individualidade, tem o seu mistério, tem a sua missão e a sua doutrina, é esquecem e se arvoram de juízes e vão julgando, exigindo um padrão uniforme.

Tenho muita pena destes sacerdotes de umbanda, alcançaram tal grau, mas isto não quer dizer que de um momento para o outro eles mesmos por sua forma de agir soberba acabem abaixando a sua própria vibração e perdendo o grau já alcançado, é meus irmãos perdem por si mesmos, ninguém tira, é a Lei da ação e reação. Apenas continuam em seus postos por que têm a seu encargo muitos irmãos encarnados que neles confiam e eles assumiram a responsabilidade de encaminhá-los.

Mas isto dura, apenas até os seus próprios guias redirecionarem estas pessoas, preparando-as espiritualmente, aos poucos vão se retirando, começando a sentir certo mal estar inexplicável, tornando-se mais sensível e por isto passam a perceber pequenos detalhes que antes não percebiam, não viam, não entendiam.

 Todos que não merecerem e que terão suas missões afetadas pela postura do sacerdote serão redirecionados.
Aqueles que sintonizam a mesma energia do sacerdote compartilhando de suas atitudes, conscientes do que fazem, ali permanecerão, como também, caso haja merecimento do sacerdote, o filho que apesar de perceber o que acontece e não compartilha da atitude, tem fé e atitudes retas o suficiente para não ser prejudicado, ali continuará como uma âncora estendida para que o sacerdote se agarre e lentamente mude sua atitude, podendo então alcançar novamente o grau, mas este proceder do sacerdote é raro, normalmente acabarão devido a soberba afastando tal filho, que cansado pela luta inócua se afastara.

Então sobrará apenas, alguém que se diz sacerdote não mais sendo, mas sua soberba não vê, médiuns que por motivo de aprendizado e resgate ali continuarão até que a Lei os retire e novos médiuns que por sintonia com as energias negativas do sacerdote, ali se sentem bem, julgando que é forma certa de proceder tanto boas desculpas às suas consciências para calá-la.

Bem, nós os Orixás acreditamos piamente nas leis Divinas, sabemos que Deus,( Olorum ou Zambi)  é infinitamente sábio, que não passará um ponto de J ou I segundo o Mestre Jesus e portanto a justiça Divina  é perfeita. Então, apenas deixamos aqui um alerta e espero que os filhos de Umbanda leiam e tenham claro em suas mentes.

A lei do amor ao próximo, é igual para todas as religiões, para todos os fiéis sendo sacerdotes ou não.
O não julgarás deve ser exercido continuamente, estar consciente do certo e do errado, não compactuar com o errado é uma coisa, agora apontar o dedo e julgar seja quem for é outra, realmente nunca se sabe o que vai na alma daquele que erra, o que o faz cometer o erro, mas se consegue saber que a atitude tomada é errada, julgue o fato certo ou errado, não quem o praticou.

Aquilo que você tem ciência que é errado segundo a Lei Maior, continuará sendo errado mesmo que seja um sacerdote que pratique tal erro. Não invente desculpas cômodas para não ter que enfrentar algo que o obrigará a decidir sobre qual atitude tomar, senão você estará compartilhando do erro, terá também a sua responsabilidade nele.
Jamais o livre-arbítrio de alguém deve ser usurpado, mostrar o caminho podemos com humildade, apenas isto, obrigar alguém a segui-lo jamais.

Não esquecendo que quem mais precisa da caridade espiritual são os doentes de espíritos, eles serão sempre o nosso principal alvo, jamais deve ser afastado de qualquer templo religioso o irmão que traz consigo considerável bagagem de atitudes erradas na vida, todos nós temos esta triste bagagem, encarnados ou desencarnados, as bagagens são mais ou menos pesadas, não importa, o que importa é a atitude do irmão de adentrar em um templo, não foi o acaso que ali o levou, ninguém pode impedir sua entrada, nem o sacerdote, pois quem o levou ali é alguém muito superior a todos nós, foi a Lei Maior, e quem somos nós para irmos contra a Lei?

Lembrando que a mediunidade, os dons, nos foram despertados pelo Pai , com a Sua autorização, isto feito para que possamos através da caridade espiritual diminuir um pouco os nossos débitos para com a Lei, estes dons, esta mediunidade não deve ser utilizada para beneficiar a ninguém materialmente muito menos para satisfação dos egos dos médiuns, cuidem para abafar os seus egos, a propensão de todos em cultivar o orgulho, o poder, a vaidade que normalmente são o que levam os médiuns a derrocada de suas missões.

Lembrem-se de seguir as Leis do Pai não só no templo, mas também no seu dia a dia, pois tudo o que vocês fazem em suas vidas reflete em seu espírito, não adianta ser bonzinho apenas no templo, se assim agirem estão sendo falsos e o pior acham que enganam a Deus, que tudo sabe e tudo vê, porque ELE os gerou e vocês são partículas DELE então trazem dentro de si mesmos Deus.

Não esqueçam nada vos pertence, tudo que é vosso lhes foi dado pelo Pai, que o faz para um bem maior, não apenas para o seu bem, não para satisfazer a sua vida terrena.

Desta pequenas coisas é que vocês têm que lembrar e praticar, façam enquanto a tempo, modifiquem-se, por que a trombeta da Justiça para a Umbanda já soou.


Fiquem na Fé de Oxalá,
cobertos pelo amor de Oxum


mensagem ditada pelo boiadeiro Jeremias
psicografada por Luconi
em 06-07-2014



2 comentários:

  1. MINHA IRMÃ DE ALMA, QUE BELEZA DE POSTAGEM. TENHO TIDO POUCO TEMPO PARA VER AS MARAVILHAS QUE VEM REALIZANDO, MAS, GRAÇAS A DEUS, ESTE TIVE O PRIVILÉGIO DE LER. SE ME PERMITE, VOU POSTÁ-LO EM SEU NOME NO GRUPO ESPERANÇA. MUITA PAZ A VOCÊ E SUA FAMÍLIA. FORÇA, AMIGA...MUITA FORÇA. BEIJO NA ALMA.

    ResponderExcluir
  2. Destaco o seguinte trecho:
    "A lei do amor ao próximo, é igual para todas as religiões, para todos os fiéis sendo sacerdotes ou não."
    Muitas beijocas, querida!

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES