TRADUTOR

Seguidores

sábado, 25 de agosto de 2012

ALERTA DE OGUM GUERREIRO




Muitas e muitas vezes bate o desânimo, parece que mais trabalhamos menos irmãos se voltam para a essência da Umbanda, que nada mais é que  AMOR FRATERNO CARIDADE.

Para um centro de Umbanda que abre respeitando os valores e vendo a Umbanda como uma religião, dez outros caem, a cobiça e o desrespeito para com o próximo toma conta aos poucos daquele que comanda o centro. 

Já não vê sua mediunidade apenas como uma arma a mais que o Pai lhe concedeu para que resgatasse velhos débitos.

Não ele se acha poderoso, forte, entrega-se a vaidade, a sua verdade é a única que existe, qualquer outro filho da casa que se atreva a contestá-lo está mistificando ou está influenciado por entidades negativas.

Faz questão de manter a Umbanda arcaica, sem a evolução que ela teve no decorrer deste século em que foi fundada. Mantem rituais desnecessários para exatamente fazer teatro, aparecer, ser o único que pode. Coloca medo nos filhos e na assistência, dizendo inverdades como teu Orixá vai te virar as costas, você vai originar quizila de santo, você vai apanhar (espiritualmente) e termina dizendo depois não se queixe que sua vida não vai pra frente.

Nesta altura, quando ele está já dominado pela vaidade e pelo poder, infelizmente os seus guias espirituais, mentores, já não conseguem agir livremente, acabam se afastando, não podem trabalhar com um médium que não age conforme as leis fundamentais da Umbanda, AMOR FRATERNO, CARIDADE E LOGICAMENTE HUMILDADE.

Jamais assinarão embaixo de uma situação desta, o último a se retirar são seus protetores da esquerda, eles são os últimos a se afastarem porque carregando uma energia mais pesada, devido ao trabalho que exercem na espiritualidade, tentam ingloriamente limpar o seu médium dos espíritos negativos que o sobressaltam e o influenciam.

Normalmente não conseguem, pois o médium se compraz de tais companhias, achando o máximo tudo o que eles lhe proporcionam, inclusive por alimentá-lo em sua vaidade e poder. 

Então por fim os mentores da esquerda também se afastam, espíritos de energias negativas tomam o lugar dos verdadeiros guias e o médium não percebe, pois os mesmos utilizam o nome dos guias do médium.

Seus guias, mentores, ficam de longe esperando uma oportunidade, um momento ou um lampejo de arrependimento do médium para poderem atuar, infelizmente a maioria destes médiuns raramente caem em si, e quando caem em si através dos sofrimentos que eles mesmos atraíram para suas vidas, simplesmente orgulhosos demais não admitem que utilizaram seu dom mediúnico de forma torpe, não, simplesmente culpam a religião e para esconderem-se de seus erros mudam de religião e tornam-se nessa um dos maiores combatentes da Umbanda.

Bem, os seus mentores respiram aliviados, pelo menos ele não mais usará da baixa espiritualidade para atingir desafetos ou efetuar trabalhos sujos para engordar sua carteira.

Mas pobre coitado, pensa que dessa forma se livra do resgate, esquece-se de Jesus que deixou bem claro que não passaria da lei um pingo de i ou de j.

Com certeza, um dia terá que enfrentar o caminho errado que tomou, refazendo-o com muito amor.

Peço que todos que aqui vierem e lerem esta mensagem, meditem e depois tenham como base que nenhum médium tem mais ou menos poder, ou é mais forte que o outro, nenhum guia de umbanda ou kardecista tem poder nem é mais forte que o outro, não, encarnados e desencarnados somos todos espíritos em evolução, e só evoluiremos se seguirmos as leis do Pai.

As leis são as mesmas para encarnados e desencarnados, todos devem segui-las, se assim não for algo está errado com o médium ou com o espírito que com ele atua.



Fiquem na paz de Oxalá
Salve a lei


Ditado pelo caboclo Ogum Guerreiro
psicografado por Luconi
em 25-08-2012  

4 comentários:

  1. é, amiga, mais que um alerta, a certeza que ninguém tem o poder que imagina... o poder é único e vem de um só: Deus, o Pai de todos... bjuuuu

    ResponderExcluir
  2. Excelente seu texto Luconi,creio que é preciso um trabalho junto aos centros,inclusive com denuncias para que não ocorra o que bem relata.É preciso preservar e resgatar o lugar da Umbanda.
    É lamentavel o que ocorre,geralmente vem da usura, da famigerada lei da vantagem.
    Que o alerta em forma de grito seja ouvido por estes que se julgam acima de Deus.
    Bela postagem.
    Bom fim de semana com paz e luz.
    Fique bem precisamos de voce bem.
    Meu terno abraço.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Saudações irmã na senda. Saiba que na irmandade em que laboramos desde março deste ano a regência vibratória é de Ogum Beira Mar. Sua marca e força dinâmica é a constante que nos direciona ao bem fazer. Pessoas que nos buscam, estranham o rito sem os atabaques, com musica suave e postura afetiva, enlaçando as pessoas com brandura e cordialidade. Que entenda-se (Os que da Umbanda nada sabem!) Umbanda é religião de síntese: ( [Lógica] Método de demonstração que parte do simples para o composto, das causas para os efeitos, das partes para o todo; e, em matéria de raciocínio, do princípio para as consequências. (Opõe-se à análise.) e suas bases estão assentadas na caridade, na coragem de revolucionar a vida intima, no perseguir de metas iniciáticas capazes de nos fornecer entendimento de Deus e das divindades que o manifestam. "Umbanda é a manifestação do espirito para a caridade" D'outra forma não é Umbanda. Minha irmã, sabemos da distancia e da dificuldade, no entanto reitero o convite para vir a Irmandade espiritualista Pai Jacó sob a regência de Ogum beira mar e direção espiritual de Pai Jacó. Forte abraço.

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES