TRADUTOR

Seguidores

sábado, 7 de julho de 2012

UM ALENTO DE SEU ZÉ PILINTRA





Lá na nossa Aruanda, lá no nosso Catimbó, lá na Espiritualidade Maior, foi um dia de alegria, receber o nosso irmão, guerreiro de Cristo, guerreiro de Oxalá, que retornou a sua verdadeira pátria.

Aos poucos ele foi envolvido pelos irmãos socorristas com ajuda de sua família espiritual e levado ao Pronto Socorro espiritual para sua recuperação.

Ah! Para nós todos foram dias de sofrimento, assisti-lo em seu resgate final, ansiosos esperávamos o término do resgate que só cabia a ele dar um basta, depurando-se dos últimos resquícios negativos que ainda o seguravam nesta Terra. 

Logicamente, que sem a permissão do Pai Altíssimo não poderiam cortar os últimos laços, mas finalmente chegou o término e assim ele foi recolhido.

Enquanto nós nos alegrávamos pela sua libertação, na Terra nossos amados irmãos, experimentavam a dor dos espinhos da separação, momentânea é verdade, mas isto na hora da dor eles não se lembravam, os espinhos já estavam cravados em seus corações e nós ao mesmo tempo que nos alegrávamos também chorávamos pelo desespero destes irmãos nossos filhos na religião. 

A dor deles nublava nossa alegria, mas sabíamos que aos poucos a vida seria retomada e os afazeres do dia a dia ocupariam suas mentes não dando oportunidade para pensamentos negativos.

Hoje apenas venho deixar o meu alento nestes corações cuja dor ainda é grande, pois o passamento foi recente.

Não é ruim chorar por saudades, saudades é amor, mas lembrem-se dos bons momentos que foram muitos e sintam a alegria que eles trouxeram, jamais chorem em desespero, jamais se revoltem, pois estes sim são sentimentos negativos que fazem mal a vocês e a quem voltou à pátria espiritual.

Procurem voltar à rotina normal de suas vidas, visualizem a mão de Deus em seus caminhos, aproveitem cada oportunidade de demonstrar amor ao próximo, semeiem o amor fraterno seguindo o exemplo de Cristo, ergam as mangas e assim não só ficarão em paz como também levarão paz a quem já não está entre vocês.

Vamos não quero mais vê-los chorando, sigam em frente, só assim cumprirão a missão a contento. E não se esqueçam que aqui deste lado nós seus amigos espirituais sempre choramos e rimos com vocês.


Fiquem na paz de Oxalá


Ditado por Zé Pilintra do Catimbó
psicografado por Luconi
em 08-07-2012


5 comentários:

  1. Amiga Luconi!
    Que bom, que voltei ao seu blog e vejo que você está de novo na ativa.Espero que seus problemas de saúde em família tenham sido solucionados.Tudo de bom e de maravilhoso para vc e sua família.Fiquem com Deus! BJs, Rubi.

    ResponderExcluir
  2. QUE SEU CAMINHO SEJA SEMPRE ILUMINADO.BJS

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Excluí, pois havia "engolido" algumas letras. É o sono! rs

      Excluir
  4. Minha amada Márcia!
    Espero que estejas em paz, minha linda!
    Estás sempre no meu pensamento. No meu coração nem se fala, né?! Lugar cativo!!!
    Tenho andado meio ausente, pois a net me absorvia demais. Tenho muitas coisas para fazer aqui em casa e acabo não fazendo. Então desacelerei o computador. rs Estou atrasada, mas aos poucos vou retribuindo todas as minhas preciosas visitas.
    Quero te agradecer pela compreensão e pela paciência, Luconi.
    Este texto serviu muito para me orientar. Só quem sente saudade de quem se foi, sabe da dor que se sente. Grata por partilhar, amiga!
    Te quero muito bem. Que o teu lindo coração fique em paz, minha amiga!
    Beijocas e bom domingo!

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES