TRADUTOR

Seguidores

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

OGUM GUERREIRO MENSAGEM

IMAGEM SOPHIA DE MELLO


São poucos os momentos de descanso, momentos para refazermos e equilibrarmos nossas energias, colocar o emocional e o racional em equilíbrio, momentos em que visitamos sítios por nós tão amados, aspirando ares de momentos saudosos, refazendo o balanço sempre tão necessário, mesmo para nós espíritos desencarnados.

Não existe aqui na espiritualidade este ou aquele trabalho onde o servidor trabalhe menos ou dispense menos tempo, não isso não há, todo servidor é ocupado segundo as suas possibilidades. Possibilidades estas adquiridas através de seu equilíbrio e evolução espiritual.

Muitas vezes vemos servidores engajados em mais de um tipo de trabalho ou serviço, isto é muito normal, aqui o que se tem mais é tempo, ele é infinito e o que aprendemos em primeiro lugar é que nada é o acaso, e que este ou aquele trabalho se apresentou é porque nós daremos conta de absorvê-lo e efetuá-lo da melhor maneira possível.

O tempo aqui é contado de forma bem diferente da forma terrena, apesar de que para aquele ainda muito preso ao astral terreno ele parece correr mais ou menos da mesma forma, é uma ilusão criada pela sua mente, que aos poucos vai se desfazendo.

No entanto sempre dá tempo para tudo,desde que nos dediquemos com amor, coração aberto e muita fé.

Bem mais eu iniciei discorrendo sobre como são raros os momentos em que tiramos só para nós, num destes raros momentos costumo seguir para meus campos, ou seja retorno para um dos ambientes de minhas muitas encarnações, mas o que mais me atraí foi a encarnação que tive próximo à Alexandria, onde muitas vezes atravessei o deserto.

Então me dirijo para lá, a força de meu pensamento faz eu volitar rapidamente, e bem no meio do deserto, onde a civilização Graças ao Pai não chegou, procuro um lugar mais alto, às vezes um antigo templo abandonado, assento-me e deixo as lembranças aparecerem como um filme. Então vejo cenas daquela vida, cenas que ainda mexem com meu coração, momentos que fizeram eu me descobrir como ser livre, exigindo de mim mesmo a minha liberdade, liberdade de pensar, liberdade de lutar pelo que eu achava justo, liberdade para não matar quem Roma decidisse que deveria ser morto. Liberdade para não fazer parte de um exército que em suas fileiras tinha homens que se aproveitavam das situações dos infelizes perseguidos, para tirar vantagem, para saciar seus desejos baixos, para se divertir com a desgraça alheia.

Por isto é tão importante para mim este momento, esta encarnação, foi o inicio definitivo do meu despertar, ao mesmo tempo que foi quando tracei todo o meu futuro espiritual. Pois decidi lutar em prol dos infelizes e contra soberbo império romano, jogando sobre os infames toda a minha revolta pelas injustiças que um dia este mesmo império fizera eu cometer. Eu não entendia que o livre arbítrio sempre fora meu e portanto a opção de entrar para tal exército foi minha.

Estávamos por volta de 37DC quando isto sucedeu, não era cristão, não sabia quase nada sobre o Cristo, mas havia conhecido os cristãos e uma situação forçou-me a conviver com eles um pouco, o que me fez ver que indiferente da crença, eram pessoas de bem e completamente indefesas, não oferecendo nenhum perigo a Roma.

Eles foram um marco para mim, aos poucos fui me transformando, e naquele dia no auge de minha revolta,
em minha montaria saí galopando pelo extenso deserto, desejoso de tudo mudar em minha vida, e realmente mudei.

Até hoje como bom soldado, cumpro as determinações da Lei, só que da Lei Maior, sou seu eterno guerreiro, pois a ela consagrei toda a minha eternidade, na Umbanda sou um caboclo de Ogum, sou Ogum Guerreiro, sou Ogum Cósmico, e tenho como meu grande amigo e parceiro Ogum de Ronda, nós nos completamos, eu de um lado da vida ele do outro.

Reflitam sobre os verdadeiros valores, façam uma peneira, joguem fora o joio que se misturou com o trigo, voltem ao início e lembrem de como eram seus ideais antes da contaminação deste mundo material, libertem-se e lutem pelos verdadeiros valores, provavelmente não enriquecerão, não acumularão poder, mas com certeza encontrarão a paz do dever cumprido.

Que Oxalá os abençoe com a paz Maior,


Ditado por caboclo Ogum Guerreiro
Psicografado por Luconi

13-08-2011


3 comentários:

  1. Oi Luconi, que linda mensagem de Ogum, Salve!
    O que ele disse é muito importante, que voltemos até o início, onde ainda não tínhamos nos contaminado pelas coisas desse mundo material, está aí o grande segredo para se encontrar a paz!
    Beijos e boa semana pra ti!

    ResponderExcluir
  2. Saudações fraternas minha querida irmã. Tu me perguntou sobre o projeto, pois, bem esta sendo encaminhado na lentidão necessária para os ajustes que carecemos. Logo, logo vai estar pronto. Mensagem maravilhosa de rico conteúdo esta do querido pai. Este Ogum que eu sou saúda o Ogum que é você. Até logo

    ResponderExcluir
  3. Muitas bênçãos para ti, amiga querida!
    Bjs!

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES