TRADUTOR

Seguidores

sábado, 30 de julho de 2011

TRABALHO VALIOSO


O astral se iluminou,
hora bendita chegou,
neste solo terreno,
irmãos iluminados desceram,
com toda humildade,
sua luz esconderam,
praticando a caridade,
conosco trabalharam,
socorrendo as almas,
que aqui aportaram.


Espíritos encarnados e desencarnados,
por eles foram atendidos,
com muito amor e carinho,
seu remédio foram recebendo,
a todos eles acudiram,
com a origem não se importaram,
se das trevas vieram,
ou se só perdidos estavam,
não fazia diferença,
todos eram encaminhados.


Cada qual ao seu caminho,
conforme suas afinidades,
e também necessidades,
agora despertavam ,
de um longo pesadelo,
finalmente vislumbravam,
o final de seus tormentos,
um a um retirados eram,
até que todos se foram,
e os irmãos iluminados,
em lágrimas agradecem.


São lágrimas de alegria,
louvando mais um dia,
de trabalho abençoado,
na seara bendita,
onde a fraternidade,
reina junto à humildade,
agradecendo ao Pai,
mais esta oportunidade,
de resgatar com amor,
o irmão que está na dor.


Os irmãos encarnados,
mais um trabalho encerram,
nem de longe imaginam,
quantos que ali estiveram,
nem as graças alcançadas,
nem as bênçãos recebidas,
mas dentro do peito sentem,
a sensação de dever cumprido,
a leveza da alma,
e um amor incontido.



Ditado por Zé Pilintra do Catimbó
Psicografado por Luconi
29-07-2011


Hoje trabalhamos com seu Zé Pilintra do Catimbó, no final dos trabalhos louvou ao Pai
e agradeceu todos os espíritos presentes, tanto da Umbanda como da Linha Branca, e depois mais tarde passou-me esta mensagem.

Luconi
29-07-2011

3 comentários:

  1. Salve Zé Pilintra, tenho um carinho especial por ele e ele sabe disso.
    Lindo poema e realmente as vezes nem temos noção do trabalho que fazemos mas temos em nosso coração a certeza de ter feito o melhor!
    Beijos e bom fim de tarde!

    ResponderExcluir
  2. Certo dia eu e ela, (minha polaridade mais perfeita, meu amor mais contundente) fazíamos nossas preces e sabíamos que se fazia presente um sofredor renitente em causar dor. Pois que de repente eu duro de cintura, criei molejo e traquinagem e deixei de ser o de sempre e me tornei um ardente seo zé! Voz mudou, corpo aformoseou e ele meu amigo se apresentou, a ela minha flor. Sou o que sou senhora. E desde então o pré conceito se havia acabou seo zé ficou para ajudar quem for. Meu forte abraço minha irmã, com certeza ainda estaremos juntos na lida.

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES