TRADUTOR

Seguidores

quarta-feira, 5 de março de 2008

EM RESUMO UMBANDA É ......

IMAGEM CENTRO PAI JOÃO DE ANGOLA

Em todas postagens anteriores tenho escrito sobre a origem e preconceitos da Umbanda, também foi escrito sobre a mediunidade e hoje antes de começar a falar das linhas que integram a Umbanda eu gostaria de deixar bem claro alguns tópicos.


A Umbanda é uma religião Cristã, é uma religião espírita e é uma religião naturalista.


Cristã porque segue as leis de amor que Cristo nos ensinou, Espírita porque acredita nas manifestações dos espíritos e na reencarnação como meio de evolução espiritual, Natural porque cultua os orixás naturais em seus pontos de força.


Não basta para um templo ter a aparência de um templo umbandista e não seguir a Lei Maior nem as normas que os Orixás nos ensinaram.


Não basta para o médium de umbanda ter feito as devidas obrigações para se tornar um sacerdote (pai ou mãe de santo), se ele já não tiver alcançado no espiritual essa condição, muitas vezes vê-se pais e mães de santo que não fizeram todas as preparações, mas a elevação espiritual demonstrada através de suas atitudes morais, já os tornaram aptos para tal na espiritualidade, como exemplo temos o médium Zélio Fernandino de Morais que com o caboclo das Sete Encruzilhadas, com apenas dezesseis anos de idade, fundou a Umbanda, dando as suas normas em 1.908.


Todo terreiro ou templo de Umbanda que cobra a caridade praticada, com certeza denomina-se Umbanda sem ter o merecimento, portanto não é um terreiro Umbandista. Concorda-se que seja dividida entre toda a corrente inclusive o sacerdote a despesa imprescindível ao funcionamento do Templo.


A Lei Umbandista não permite de forma nenhuma que sejam feitos trabalhos para o mal, ou que sejam feitos trabalhos para interferirem no livre arbítrio das pessoas, os cultos umbandistas devem se restringir à elevação espiritual de seus filhos e assistência, trabalhos de caridade como cura e limpeza espiritual, sendo que esta depende da necessidade de cada um,
podendo ser:através de passe, descarrego, desfazendo trabalhos
espirituais, etc....



A Verdadeira Umbanda, não aceita sacrifícios de animais, jamais devemos matar uma criação de Deus, não é fazendo derramamento de sangue inocente que conseguiremos uma bênção, todo ser vivente foi colocado nesta terra pelo Pai Onipotente com certeza para sua evolução e para ajudar-nos na nossa.


Os mentores espirituais da Umbanda, ou seja os guias que nela trabalham, são nossos amigos espirituais, tanto da direita como da esquerda, se magoam muito quando os filhos ou assistência não têm por eles amor, pensando em usá-los somente para conseguir os seus interesses, pois não vêem a Umbanda como religião. Não se esqueçam eles são espíritos como nós, com a diferença que estão desencarnados e por isso têm uma visão mais ampla de certas situações.


São esses tópicos que quisemos repetir nesta postagem, apesar dos mesmos já estarem incluídos e explicados com maiores detalhes em postagens anteriores, são muito importantes, pois eles definem as diretrizes de nossa religião.


Fé, Amor, Humildade e Caridade, são as bandeiras que a Umbanda carrega.


Ditado por Pai João de Angola.
psicografado por Luconi
em 05-03-2008.

3 comentários:

  1. Eu sou evangélica,mais gostei muito da postagem que lí acima pois conheci um pouco melhor a religião de vcs,parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  2. Perfeito o texto e sua percepção sobre Umbanda.
    Umbanda é paz e amor, um mundo cheio de luz! É a força que nos dá vida e à grandeza nos conduz!

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelo carinho do comentário, raramente quem aqui vem o faz, basta olhar o numero de visualizações e o numero de comentários, levemos a nossa Umbanda sempre para frente rumo a evolução, pois nada foge a lei da evolução, nada estaciona, uma pequena correção esta é a minha visão, mas o texto me foi passado por Pai João de Angola,fica na paz de Oxalá

    ResponderExcluir

SEJAM BEM VINDOS FICAMOS FELIZ COM SEUS COMENTÁRIOS QUE NOS INCENTIVAM E ACARINHAM NOSSOS CORAÇÕES